quarta-feira, 7 de maio de 2008

O Romance da Múmia

Théophile Gautier

Zéfiro

Théophile Gautier é praticamente desconhecido em Portugal.
Nascido no início do Século XIX, foi amigo de Victor Hugo, Balzac, Gerard de Nerval, Alexandre Dumas, entre outros. Levou uma vida extravagante e boémia, como nos diz Luís Filipe Sarmento na sua nota introdutória, e o Petit Cenacle, grupo de intelectuais do qual fazia parte, dedicava-se, entre outras actividades, à experimentação de drogas, principalmente haxixe. Não será de estranhar, então, que a outra obra traduzida para português deste autor seja O Clube de Fumadores de Haxixe, editada pela 101 Noites.
Mas, este Romance da Múmia é uma obra em que não transparece essa vida excêntrica e extravagante. Pelo contrário, é uma obra-prima, reveladora de um cuidado extremo, de um trabalho extenuante e de um talento invulgar.
O Romance da Múmia não conta uma história, mas sim três histórias distintas, mas que se interligam.
Primeiramente, ficamos a conhecer o Lord Evandale que «era um desses jovens ingleses em tudo irrepreensíveis», que está acompanhado de Rumphius, um egiptólogo experiente, aos quais se junta Argynopoulos, um astuto grego empreiteiro de escavações que «se fizesse falta vendia novo por falta de velho». Os três realizam uma «descoberta inestimável»: um sarcófago riquíssimo, um sarcófago inviolado. Ao contrário das suas expectativas iniciais, não se trata da múmia de um homem, como seria de esperar, mas sim a de uma mulher: Tahoser. Tahoser subiu ao trono dos Faraós, governou o Egipto e sua biografia está inscrita num pergaminho que a acompanhou na sua última viagem…
Assim, a segunda história que esta obra nos conta é a de Tahoser; uma história de amor, do mais puro amor.
Bem ao estilo das obras clássicas, Tahoser é descrita como uma mulher belíssima, sem qualquer reparo, de feições e formas sublimes, e vivendo no mais absoluto luxo, rodeada de donzelas que a serviam e que satisfaziam todos os seus caprichos. Tahoser, filha do sacerdote Petamunoph, amava Poeri, um jovem israelita, e por ele cometeu os maiores despropósitos.
Contudo, o Faraó amava Tahoser. E o Faraó, habituado que estava a ter tudo aquilo que desejava, quis ter Tahoser a seu lado. Quando Tahoser finalmente conseguiu chegar ao coração de Poeri, ainda que dividindo o seu amor com Ra’hel, que o Faraó a resgatou e a obrigou a ficar a seu lado…
É nesta altura que Gautier decide (re)contar-nos outra história; a história de Mosché, isto é, de Moisés e da libertação e êxodo do povo hebreu do Egipto. Relembra-nos as peripécias que antecederam o êxodo: as águas ensanguentadas, as pragas e as mortes dos primogénitos, culminando na separação do «Mar das Algas»…
Escrita de uma forma irrepreensível, com discrições minuciosas, que revelam um estudo profundo das tradições egípcias, e com três histórias singelas e, em certa medida, absolutamente previsíveis, esta obra remete-nos para a mais pura Literatura, para o Grande Romance, em que mais importante do que contar uma história é a forma como esta é contada.
Sem dúvida, um clássico que fazia falta no nosso panorama editorial. Parabéns à Zéfiro!

8 comentários:

Sérgio Lavos disse...

apesar do óbvio nepotismo, saúda-se o facto de alguém escrever qualquer coisinha. pena que não haja referências ao livro nos suplementos literários dos jornais.

Luís Carlos Silva disse...

Falar de nepotismo é claramente um exagero.
O que é certo é que, se não fosse um livro da Zéfiro, provavelmente passar-me-ia despercebido. Ainda bem que não passou, pois li-o comprazeiramente.
Por isso, os parabéns à Zéfiro; não só pelos laços de amizade, como também pelo efectivo bom trabalho.

Sérgio Lavos disse...

era um chiste (não confundir com chispe), obviamente. é sempre de louvar ver um clássico editado e bem traduzido.

Luís Carlos Silva disse...

...E poderíamos continuar a usar expressões que obrigassem os nossos leitores a consultar o Dicionário, mas como foste de férias para Berlim - meu grande bandoleiro -, temos de ficar por aqui.

Anónimo disse...

Vão-se mas é foder todos seus pseudocabrões de merda...

Luís Carlos Silva disse...

Ehehe, muito bom!

Gisele disse...

Amei esse livro. Li aos 15 e ate hoje sou apaixonada por ele. Um livro escrito com maestria.

Unknown disse...

網頁設計 網路行銷 關鍵字廣告 關鍵字行銷 餐飲設備 製冰機 洗碗機 咖啡機 冷凍冷藏冰箱 蒸烤箱 關島婚禮 巴里島機票 彈簧床 床墊 獨立筒床墊 乳膠床墊 床墊工廠 情趣用品 情趣用品 腳臭 長灘島 長灘島旅遊 ssd固態硬碟 外接式硬碟 記憶體 SD記憶卡 隨身碟 SD記憶卡 婚禮顧問 婚禮顧問 水晶 花蓮民宿 血糖機 血壓計 洗鼻器 熱敷墊 體脂計 化痰機 氧氣製造機 氣墊床 電動病床 ソリッドステートドライブ USB フラッシュドライブ SD シリーズ

Subscrever