quinta-feira, 19 de fevereiro de 2004

Letters From Nowhere


Raymond Bernard

Circes International



Um livro bom de um homem bom! Assim se referiu a este livro o nosso Amigo Alexandre Gabriel. Concordámos, naturalmente.

Ficámos, no entanto, indecisos se havíamos, ou não, de referir esta obra no Arte de Ler. Isto porque se trata de uma obra em inglês (o original é em francês), não traduzida para o português e, ainda por cima, muito difícil (se não mesmo impossível) de encontrar nas livrarias. Mas, consultámos o site da amazon.com, e o livro pode ser aí adquirido. Aproveitámos a navegação pela internet para colocar uma crítica a esta mesma obra, no referido site, a qual passamos a transcrever, numa tradução livre.


A nosso ver, este livro encontra-se dividido em duas partes distintas. A primeira é dedicada a um Tributo, de Raymond Bernard, a Kamal Joumblat, o Grão-Mestre dos Druzos, que nos permite ter uma ideia completamente nova deste homem, assassinado à saída do seu château em Moktara, no Líbano. Ainda na primeira parte do livro, o Misticismo Rosacruz é referido, a que se acrescenta uma breve análise do filho do autor Christian Bernard, que é, presentemente, o Imperator da AMORC -, pelo próprio autor.

Na segunda parte do livro, que é maior do que a primeira, Raymond Bernard partilha as suas viagens espirituais pelos países orientais, de uma forma que é perceptível por todos. Os seus contactos com personalidades eminentes na Índia, e noutros países, como o Tibet ou Nepal, são descritos em profundidade, e tudo aquilo que a Raymond é permitido revelar, é revelado... Ao fazê-lo, Raymond permite um desenvolvimento espiritual a todos aqueles que encararem este livro com mente e coração abertos.

Subscrever