sexta-feira, 17 de abril de 2009

Anjo Branco, Anjo Negro de António Quadros


"Anjo Branco Anjo Negro"
António Quadros
Portugália, s/d.

Andava eu a "vasculhar" nas descobertas que o Amigo e Poeta João Carlos Raposo Nunes nos revela todas as semanas, e encontrei este título que desconhecia da obra de António Quadros.
Desde muito novo me fascinou a personagem de António Quadros. Desde miúdo que ouvia a minha mãe contar histórias do seu tempo estudantil no IADE e da emblemática e "paternal" imagem que AQ transmitia. Infelizmente, nunca o vi; conheci-o ainda dentro da barriga da minha mãe e, talvez aí, tenha nascido o meu fascínio pela sua Obra.
Este é um livro maravilhoso, delicioso, cativante de ler. É o percorrer do imaginário simples, metafórico, simbólico de oito contos onde vai imperando a palavra Amor.
Um dos contos que mais me marcou foi "Rosa Mística", do qual deixo um pequeno parágrafo:

"Está aqui todo o mistério do amor. Se dois seres, amando-se, forem um só, harmonizando o que neles é contrário, serão como esta árvore e criarão vida e beleza. Darão a Deus uma cadeia mais e, noutras vidas, certamente voltarão a encontrar-se. E um dia estarão eternamente juntos e serão mais do que humanos, mais do que anjos, um dia serão Deus."

6 comentários:

RS disse...

Um dos nomes maiores da Filosofia Portuguesa, e da Cultura deste nosso cantinho.

anareis disse...

Estou fazendo uma campanha de doações para meu projeto de minibiblioteca comunitária e outras atividades para crianças e adolesçentes na minha comunidade carente aqui no Rio de janeiro,preciso da ajuda de todas as pessoas de bom coração,pode doar de 5,00 a 20,00. Doações no Banco do Brasil agencia 3082-1 conta 9.799-3 Que DEUS abençõe todos nos.Meu e-mail asilvareis10@gmail.com

Livros de Bia disse...

Olá amigos,
Parabéns pelo blog!
Fico feliz sempre que vejo a iniciativa de pessoas que gostam de ler e divulgam essa paixão!

Bia

http://livrosdebia.blogspot.com

António Quadros Ferro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
António Quadros Ferro disse...

Se não me engano: 1960.

Livros do ano disse...

Olá,

Sou o autor do blogue Os Livros, mas escrevo-te como leitor.

Está a decorrer, até ao próximo dia 31 de Janeiro, a iniciativa Livros do ano, que pretende eleger o livro lusófono e o livro traduzido preferidos dos leitores portugueses.
A ideia é valorizar as obras de referência publicadas no nosso país, em 2009, elaborando uma lista com as obras que os leitores comuns recomendam e querem dar a conhecer. Trata-se de dar voz ao público e visibilidade aos livros que agradaram.

Assim, convido-te a participar nesta eleição, através do espaço livrosdoano.blogs.sapo.pt. Se a ideia te agradar, divulga-a, pois quantas mais forem as participações, mais relevante será o resultado!

Desde já obrigado!

Fábio J.

P.S.: Por favor, desculpa-me a invasão do espaço e sem estar a comentar este teu último texto :/

Subscrever